Tratamento de Covid-19: EUA US$ 35 mil (R$ 181,9 mil), Brasil Coberto pelo SUS

Tratamento de Covid-19 US$ 35 mil (R$ 181,9 mil) Coberto pelo SUS

Tratamento de Covid-19: EUA US$ 35 mil (R$ 181,9 mil), Brasil Coberto pelo SUS

🇧🇷 No Brasil, nenhum cidadão que utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS) precisa pagar a mais para receber o tratamento da Covid-19 – e mais de 80% da população depende exclusivamente do atendimento do SUS para diversas áreas.

🇺🇸 Já nos Estados Unidos, não há nenhum sistema universal de saúde: em geral, os profissionais da área são considerados prestadores de serviços, e os pacientes são vistos como consumidores.

Lá, o tratamento da Covid-19 sai, em média (cotações de 19/7/2021)⤵

➡ US$ 35 mil (R$ 181,9 mil) para quem tem entre 20 e 30 anos

➡ US$ 45 mil (R$ 233,8 mil) para quem tem entre 45 e 60 anos

➡ US$ 21 mil (R$ 109,1 mil) para quem possui plano de saúde privado – porém, apenas uma pequena parte do tratamento de Covid-19 é coberto (até que saia o diagnóstico, o “consumidor” arca com todos os custos, sem reembolso – até mesmo entrada na emergência e atendimento hospitalar básico)

Ou seja, nos Estados Unidos, somente quem tem dinheiro pode ter acesso à Saúde. Por isso, a pandemia de Covid-19 tem afetado especialmente os norte-americanos mais pobres (que já estão com a saúde mais vulnerável, afinal já não conseguem fazer tratamento).

Mesmo sendo o país mais rico e desenvolvido do planeta, é o que teve mais mortes durante a pandemia, com mais de 600 mil perdas (posto que o governo de Jair Bolsonaro parece ter intenção de alcançar para o “Brasil ficar acima de todos”).

😵 Se para eles isso gerou um desastre sem precedentes, imagine o que será aqui no Brasil se a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) for aprovada para acabar com os serviços públicos.

Por isso, ela precisa ser barrada, e o serviço público deve ser defendido por todos nós!

#ReformaAdministrativaNão #GovernoContraoPovo #GovernoMente #DefendaoServiçoPúblico #PEC32Não #ServiçosPúblicos #DefendaOSUS