Reforma Administrativa amplia desigualdades no poder público

Reforma Administrativa amplia desigualdades no poder público

Reforma Administrativa amplia desigualdades no poder público

🤮 O governo Bolsonaro e seus apoiadores mentem que a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) vai acabar com “privilégios”.
Primeiro porque servidores públicos não são privilegiados: são concursados, seguem regulamentos e a maioria ganha menos de R$ 3 mil em funções indispensáveis para a população. 👍
🤡 Segundo porque a proposta do governo aumenta os cargos por indicação política e não toca em militares, políticos e magistrados, que recebem os salários mais altos e têm benefícios que outras categorias não têm, como férias de 60 dias, auxílio moradia e indenização por férias não tiradas, por exemplo.
👉 Ao invés de valorizar e oferecer condições ideais de trabalho a todos servidores públicos, o projeto ampliará desigualdades, além de piorar a qualidade do atendimento à população.
 
 
#serviçopúblicoparatodos # ÉPúblico #ServiçosPúblico #ValorizeOServidor #PEC32Não #ReformaAdministrativaNão