Não confunda Estado e governo. E nem servidores e apadrinhados políticos

Não confunda Estado e governo. E nem servidores e apadrinhados políticos

Não confunda Estado e governo. E nem servidores e apadrinhados políticos

😒Grande parte daqueles que costumam falar mal dos serviços públicos ou defender as privatizações misturam assuntos para criar um imaginário irreal na cabeça da população.

É o que fazem, por exemplo, os representantes das ‘elites’ ricas que desejam aprovar a Reforma Administrativa (PEC 32/2020). Por isso, misturam os problemas de governos como se fossem regras no Estado. São coisas diferentes.😡

O Estado é o conjunto de instituições políticas dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) que devem servir aos interesses do povo.

Já o governo é uma das instituições que compõem o Estado, comandado por um determinado grupo político por um período específico, com possibilidades de mudanças a cada eleição.😔

Quem faz o Estado funcionar são os servidores públicos, que são trabalhadores que servem ao Estado, e não a governos. Precisam ser aprovados em difíceis e concorridos concursos públicos e seguem leis de conduta rigorosas.

É muito comum confundi-los com indicados políticos, que assumem funções por indicação de algum membro do governo em vigência ou por indicação de algum político da base de apoio.

Todo país tem uma certa quantidade de cargos preenchidos por indicações políticas para que pessoas experientes possam contribuir com o bem coletivo. Mas quando o indicado está ali sem ter capacidade para isso, aí podemos chamá-lo de apadrinhado político.

Um dado importante: a imensa maioria dos países mais desenvolvidos possuem, proporcionalmente, mais servidores do que o Brasil. A média dos países da OCDE (que somam 60% do PIB mundial) é de 18%, sendo que no nosso país apenas 12% dos trabalhadores estão no serviço público. Se o Brasil fizesse parte da OCDE, seria apenas o 27º lugar em quantidade proporcional de servidores.

👀Os servidores públicos têm compromisso com a população e com a efetivação de políticas públicas no curto e longo prazo, enquanto os apadrinhados políticos têm compromisso com o governo vigente ou com aquele que lhe concedeu o cargo.

E o que o governo de Jair Bolsonaro deseja com sua Reforma Administrativa? Substituir o máximo de servidores concursados por aqueles indicados politicamente, os apadrinhados.😱
Isso prova que o atual governo está comprometido apenas com políticos, e não com o restante da população.

#serviçopúblicoparatodos #ServiçoPúblico #ValorizeOServidor #ReformaAdministrativaNão #PEC32Não