Anualmente, mais de 500 mil norte-americanos perdem tudo para pagar dívidas de saúde

Anualmente, mais de 500 mil norte-americanos perdem tudo para pagar dívidas de saúde

Anualmente, mais de 500 mil norte-americanos perdem tudo para pagar dívidas de saúde

🙄 Os Estados Unidos são usados como exemplo de Estado mínimo a ser seguido. Mas, para os próprios norte-americanos, um sistema de saúde como o nosso SUS seria muito bem-vindo.

💸 Lá, cerca de 530 mil famílias perdem tudo a cada ano no país para pagar contas de hospitais. Muitas precisam hipotecar suas casas, ou seja, fazem um refinanciamento (a juros altíssimos) para conseguir pagar por tratamentos de saúde.

E mesmo assim, 1 em cada 5 norte-americanos não consegue pagar a conta e fica sem atendimento.

Lá, não existe atendimento universal à saúde, tudo é pago, os custos extras são comuns até para quem possui plano de saúde privado, e as mensalidades são muitos caras. Até uma remoção de urgência, como faz o SIATE ou o SAMU por aqui, chega a custar US$ 9 mil (R$ 46 mil) em algumas cidades.

💰 Em média, cada pessoa paga US$ 462 (R$ 2.353,19) em um plano de saúde privado. Mas, os valores podem chegar a quase US$ 1.000 (R$ 5.093,50) em alguns estados – cotações de 16 de julho de 2021.

Mesmo quem recebe assistência do governo (pessoas com mais 65 anos ou de baixa renda) muitas vezes precisa pagar parte do tratamento por conta própria.

👎 Por esses e outros motivos, o sistema de saúde dos Estados Unidos (um dos mais caros do mundo) é considerado o pior entre os países ricos. Não à toa, o país é o primeiro colocado em contaminações e mortes por Covid-19, apenas o 17ª em IDH e 28º em expectativa de vida, mesmo sendo o país mais rico do mundo.

Já no Brasil, a pandemia de Covid-19 só não se tornou uma tragédia ainda maior graças ao nosso Sistema Único de Saúde (SUS) e aos nossos servidores públicos.

⚠ Se a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) for aprovada, ela dará início ao Estado mínimo em nosso país, e nos levará a uma situação muito pior que a dos norte-americanos, já que nosso PIB é 11 vezes menor do que o deles.

Barrar essa PEC é proteger nosso direito à saúde e à vida!

#ReformaAdministrativaNão #GovernoContraoPovo #GovernoMente #DefendaoServiçoPúblico #PEC32Não #ServiçosPúblicos

Compartilhe no Facebook | no Instagram