A mamata veste farda e a Reforma não atinge militares

a mamata veste farda e a reforma nao atinge militares 2 - A mamata veste farda e a Reforma não atinge militares

A mamata veste farda e a Reforma não atinge militares

💥 Os membros do governo de Jair Bolsonaro e os setores ligados às “elites“ tentam enganar a população ao dizer que a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) iria “acabar com a mamata” no serviço público.

Só que não existe mamata no serviço público, porque os servidores são concursados, desempenham funções fundamentais e a maioria recebe salários que não passam de três salários-mínimos. ✅

🤝 Além disso, 40% atuam nas áreas da educação e da saúde, atendendo diretamente a população, salvando vidas ou contribuindo para o acesso de estudantes a uma vida melhor.

🤯 O discurso do governo é apenas hipocrisia, pois os setores onde realmente há privilégios, como as Forças Armadas, não são atingidos pelo projeto.

❗ Bolsonaro não só mantém os privilégios dos militares como aumenta a mamata, para tentar manter uma base fiel de apoio.

😲 Com a Lei 13.954, que reformou a carreira e a previdência dos militares, houve um aumento de 17% dos gastos, destinados a “mimos” e supersalários do alto escalão”.

💣 A Reforma Administrativa não quer acabar com privilégios, ela foi criada para destruir os serviços públicos e os direitos dos brasileiros também!